TAMANHO Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte

49ª Sessão Extraordinária da Corte Interamericana analisará o caso dos desaparecidos na tomada do Palácio de Justiça da Colômbia por forças militares, ocorrido em novembro de 1985

  a 49ª Sessão Extraordinária da Corte Interamericana, a ser realizada entre os dias 11 e 15 de novembro, em Brasília. O objetivo da sessão é aproximar a CorteIDH do povo brasileiro, um dos destinatários de suas decisões. A entrevista coletiva ocorrerá no auditório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), localizado no Anexo I, do STF, em Brasília.

Na sessão extraordinária, será analisado o caso dos desaparecidos na tomada do Palácio de Justiça da Colômbia por forças militares em resposta à ação do grupo político M19, ocorrido em novembro de 1985. O exame de testemunhas, perícias, argumentação das partes ocorrerá em sessão pública da Corte, com representação de familiares de desaparecidos, peritos, acesso a arquivos militares, sustentação oral pelas partes, incluindo representação do Estado da Colômbia. O processo trata do reconhecimento de responsabilidades, da existência de desaparecidos, da reparação a vítimas e familiares, da recuperação da memória histórica do país.

Criada há 20 anos, a Corte Interamericana de Direitos Humanos tem sede em San José da Costa Rica e é composta de sete juízes, entre eles o brasileiro Roberto de Figueiredo Caldas. A CorteIDH reuniu-se no Brasil, pela primeira vez, em 2006. A sessão extraordinária de novembro será a segunda realizada em território brasileiro.

Saiba mais sobre a Corte Interamericana

EC/LL/RR

Fale conosco
Praça dos Três Poderes - Brasília - DF - Brasil - CEP 70175-900 Telefone: 55.61.3217.3000