TAMANHO Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte
Destaques Imprimir

Direito Sem Fronteiras: TV Justiça abre espaço para temas de grande repercussão internacional

Quinta-feira, 23 de agosto de 2012


No início deste mês, o direito internacional, o direito comparado e a diplomacia judicial ganharam espaço exclusivo na TV Justiça: o programa Direito Sem Fronteiras. Em debate, temas de grande repercussão internacional analisados por especialistas em direito, cientistas sociais e até mesmo representantes da sociedade civil organizada.

Na estreia, dia 6, o assunto foi a Primavera Árabe, movimento popular de países do Oriente Médio e do norte da África que destituiu ditadores e transformou a geopolítica da região. Participam do debate o professor de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (UnB) Eduardo Viola, e o vice-presidente da Sociedade Palestina para Todos, Faraj Hassan Ali. O programa trata ainda das atuações das forças internacionais como ONU e Otan nesses conflitos e da influência das grandes potências ocidentais na manutenção e derrubada de regimes ditatoriais no Oriente Médio.

Na segunda exibição, que foi ao ar no dia 13, o Direito sem Fronteiras abordou as principais questões do direito internacional – da origem à atualidade. Os episódios mais marcantes da construção das relações entre os países, a força dos tratados internacionais e o surgimento de instituições como a ONU são marcos importantes da história do Direito Internacional. A defesa da soberania dos países versus a jurisdição internacional, além da diplomacia judicial, também são tratados no programa. Participam do debate o Assessor-Chefe da Assessoria de Assuntos Internacionais do STF, Luiz Cláudio Coni, e o professor da Universidade de São Paulo (USP) Wagner Menezes.

A Organização das Nações Unidas (ONU) é o tema do Direito Sem Fronteiras do dia 20. Criada há mais de 50 anos, a ONU enfrenta a globalização e grandes mudanças políticas. A atuação de forças militares dos países membros em conflitos que ferem os direitos humanos, como no caso da Síria, não é consenso no Conselho de Segurança, e parte dos estados membros defende uma reforma na Organização. As reais chances do Brasil de conseguir vaga fixa no Conselho de Segurança também são temas do debate, com participação de Renato Zerbini, membro do Comitê de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, e Hélder de Andrade Torres, mestre em Direito das Relações internacionais.

O programa Direito Sem Fronteiras pode ser assistido às segundas-feiras, às 20h, ou em horários alternativos: terça, às 10h30; quarta, às 9h30; sexta, às 19h; sábado, às 11h30. E na internet pelo: www.tvjustica.jus.br.

A TV Justiça pode ser sintonizada por antena parabólica e através das seguintes operadoras: Em todo o Brasil: DHT: canal 6; Embratel: canal 120; GVT: canal 232; Oi: canal 21; SKY: canal 117; Star Sat: canal 27; Telefônica: canal 691. No Distrito Federal: Digital - canal 53.1; Net Brasília - canal 10.1; TVA - canal 222.
 
Direito sem Fronteiras - Primavera árabe (06/08/12)

 Direito sem Fronteiras - Direito internacional (13/08/12)



Siga o Portal Internacional do STF pelo Twitter no endereço http://twitter.com/stf_intl.

Fale conosco
Praça dos Três Poderes - Brasília - DF - Brasil - CEP 70175-900 Telefone: 55.61.3217.3000