TAMANHO Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte
Destaques Imprimir

STF recebe a visita oficial do presidente da República de Camarões

Quarta-feira, 04 de agosto de 2010

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, recebeu esta tarde a visita oficial do presidente da República de Camarões, Paul Byia, e sua comitiva. É a primeira vez que um presidente camaronês visita nosso País. A reaproximação bilateral entre os dois países teve início em abril de 2005, quando o presidente Lula visitou Camarões e reabriu a embaixada brasileira na capital, Iaundé. Na conversa, Peluso e Byia demonstraram interesse em estreitar as relações entre os Poderes Judiciários dos dois países. Byia contou a Peluso que a Suprema Corte de seu país está se reestruturando para se tornar mais eficiente.

O ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), formulou ao presidente africano o convite para enviar observador para acompanhar as eleições gerais de outubro. O presidente do TSE também convidou membros da comitiva a conhecer a urna eletrônica. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, também recepcionou Byia no Salão Nobre do STF.

O presidente africano agradeceu a recepção calorosa que está recebendo em sua primeira visita ao Brasil. Paul Byia afirmou que o Brasil é um gigante, não só em razão de sua extensão territorial, mas sobretudo por conta de sua atuação no plano internacional. Byia agradeceu o empenho brasileiro na cooperação com países africanos, especialmente nas áreas da agricultura, cultura e de turismo.

Para Paul Byia, o trabalho realizado pelo Brasil na luta contra a pobreza africana e seu empenho para intensificar as relações com as nações africanas em desenvolvimento são iniciativas que estão permitindo que o continente se insira, aos poucos, no mercado de comércio global. Byia manifestou o apoio de seu país ao assento permanente do Brasil no Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas).   

O presidente do STF afirmou que o estreitamento das relações com os países africanos é um movimento que diz respeito às nossas raízes históricas. “Agradecemos em nome da Suprema Corte e em nome do povo brasileiro as amáveis palavras do senhor presidente. Mantemos com a África uma relação genética, tendo em vista que grande parte da nossa população é de afrodescendentes. Traços da cultura africana são encontrados em vários aspectos de nossa cultura, mas sobretudo, no caráter caloroso do povo brasileiro”, disse Peluso.

 

Fale conosco
Praça dos Três Poderes - Brasília - DF - Brasil - CEP 70175-900 Telefone: 55.61.3217.3000